sábado, março 06, 2010

Esquerda baixa




Este é o meu palco
Aqui, folha na mão, branco à frente è espera que me leve. Aqui, onde as palavras esperam que me entregue. Aqui ou noutro qualquer lugar, onde encarno alguém que não sou. Ou será que sou o personagem que visto?
Será que inverto os papeis? Será que me dou, me presto ou me empresto à figuração?
O que será que faço quando escrevo? Sou eu todo ou a parte de mim que não tem medo?
Serei eu próprio e o que sinto ou o que alguém quer ler esta noite? Serei eu a fazer figura de actor ou o mundo todo nesta cabeça enrolado como uma bola de neve? Serei eu?
Será que o homem que deixa tudo aqui é o mesmo que amanhã sorri?
Às vezes sou, outras vezes é.

2 comentários:

Huuuuge fan disse...

Estaremos sempre na assistência...quem quer que sejas :)

amora disse...

A pessoa que escreve, é a pessoa que projecta pela escrita, ainda que inconscientemente ou involuntariamente partes de si e da sua personalidade. Por isso há sempre de ti em tudo o que escreves ainda que possam ser variados os registos, sérios, loucos, geniais, sensíveis cortantes, e por aí fora. E é muito mais interessante mostrares-te assim aos poucos deixando ao leitor o prazer de te ir conhecendo consoante o registo que mais gostar.

bjs