sábado, maio 05, 2007

O sol e o sol

Olha ali um sol. Já viste como é bonito mesmo sem legenda? Tem a luz dos dias e vem num sorriso doce. Olha outro, mais pequenino. E sorri antes de me ir embora e sorri assim que chego. Olha no vazio e para mim, no vazio e para mim e perde-se de sorrisinhos pequeninos quando me ouve.
Olha ali um sol a fazer disparates. Não se aperta o nariz do sol pequenino. Já disse, não disse? Já. Então vá, uma festinha devagar. Um beijo.
Beijo cada sol antes de ir dormir e beijo cada sol como se fosse um só. Dão-me luz estes meus filhos. Muita muita luz.

5 comentários:

rasteirinha disse...

também tu és um sol que os aquece e lhes dá luz.. eles dão-te a luz que recebem de ti.. o amor incondicional de ser pai e de ser filho.. ás vezes invejo (no bom sentido, tu sabes) a tua felicidade.. beijo grande aos meus 4 raios de sol que iluminam tantas vidas com a sua amizade..

amora disse...

E por isso nos contagias com tanto Sol, tanta luz e tanto calor humano, e por isso irradias tanta energia e tão boa amizade e por isso apreciamos cada minuto que passamos contigo.

beijinhos calorentos para os 4 sóis

Yuri Sena disse...

Eu, jovem, anseio ter maturidade um dia para devotar tamanho amor a alguém. Não sabes como é bom passear pela internet e encontrar recanto tão bom, tão aconchegante. É como encontrar um cristal entre cascalhos. Ler os diálogos com Pim, seus belos escritos.

...amar então parece bem mais fácil.

Escondida em mim disse...

Com toda a certeza, eles retribuem a luz que recebem.

Felicidades.

Beijinhos...escondidos!

menina disse...

Espero um dia, daqui a uns largos anos, ter também os meus sóis :) *