quarta-feira, setembro 13, 2006

Mais um bocadinho


Quando escrevo, faço-o de forma egoísta. Sentida mas para mim. Para ver aparecer no écran, letra após letra, as palavras que o meu cérebro dita baixinho. Para não explodirem por dentro as ideias todas, as frases todas; os gritos e as lágrimas. E os sorrisos.
Escrevo para me libertar do que me enche a cabeça e arranjar espaço no caixote para coisas novas. Escrevo porque sim.
Podia abrir um documento a que daria um nome qualquer e lá deixar tudo em vez de o fazer aqui. É verdade que não precisava e também não sei muito bem porque é que o quis fazer neste cantinho aberto ao mundo. Mas quis. Não sei se é pela audiência, pela intrínseca necessidade de aprovação e de reconhecimento ou apenas porque noutro lado estes textos pareciam fora de contexto.
A verdade é que a cada palavra minha aqui menos de mim vai sobrando para mim. Vou abrindo a cabeça às fatias e o resto tabém. Se calhar é mesmo só porque gosto de escrever e nas gavetas já não cabem tantos papeis e textos soltos. Se calhar é porque aqui o arquivo é eterno e assim como assim, é de pessoas que eu mais gosto na vida. É nelas que eu acredito. E se alguém ler o que escrevo, lê. É assim que eu sou. E este é mais um bocadinho de mim; outra vez.

10 comentários:

mumdream disse...

E que bom que é ler estas palavras. Continue, porque no meio de blogs onde se lêem as maiores barbaridades é sempre bom encontrar um blog que diga alguma coisa boa.
Tive muita pena de não ter ouvido na rádio comercial.

Anónimo disse...

Não concordo!
Não me parece que escrevas de uma forma egoísta, nunca o fizeste, não consegues. A tua generosidade enquanto pessoa não deixa, e mesmo que sintas que o fazes a maneira como a partilhas (a escrita) deixa transparecer o gosto que sentes em escrever para os outros. Egoísta??? Pretensioso???Não o Gaguinho gosta (e sabe) escrever, umas vezes para a sua cara metade, outras vezes para a sua Pim-Pim, outras para os amigos, e agora para muitos desconhecidos. Em tempos tive o privilégio de ser o primeiro a ler os seus textos e de vez em quando embora muito raramente ainda o sou (sim é verdade, chorem de inveja), e nessa altura nem que fosse só para o fazer escrever outra vez dizia que não gostava ... eu sim era egoista.
Continua a escrever para as pessoas, as pessoas gostam......e já agora essa "intrínseca necessidade de aprovação e de reconhecimento" é só o bichinho que ainda não morreu!

Domingos Patena disse...

Egoísmo? Porquê? A textos como este eu chamo qualidade. Tudo o que li aqui até hoje é duma qualidade extrema. Como diz num comentário anterior, este é um blog que tem textos bons e bonitos ao contrário de muitos que por aí andam.
Este é mais um texto delicioso. É mesmo mjuito bom. Continue assim porque há muita gente que adora ler o que por aqui escreve.

Lígia disse...

amei

nuvem disse...

e ainda bem que o fazes...

nuvem disse...

Ps: adorei o programa na rádio comercial, foi assim que fiquei a conhecer este blog... muito bom!!! Continua

menina disse...

Ainda bem que vais deixando por aqui bocadinhos de ti. Pois adoro ler o que escreves. :) *

Ana disse...

Continua a escrever pois eu adoro ler o que sai dessa bic cristal.

Mamaíta disse...

Estive afastada bastante tempo, para apenas agora me aperceber, que este cantinho que me fascinou à algum tempo esteve na Rádio Comercial. Tive pena de não o ouvir, mas deixo na mesma os meus parabéns.
A maneira como escreves, ou como "vives" esta escrita tem-me dado muito, por isso continua fiel à tua "bic cristal". :)

DIV de divertida disse...

E assim espero que continues. Da minha vida tb faz parte a tua escrita.