sexta-feira, maio 30, 2008

Que Saudades

Que saudades. De vir aqui e olhar para isto. De vos ver e me lerem.
Que saudades que eu tenho dos mimos.
Até de Espanha já me perguntaram se estava tudo bem.
Está. Está tudo muito bem.
Não tenho sido assaltado – o que é sempre bom – e tenho andado a mil.
Não tenho tempo nenhum e babar-me no sofá- eu sei que a imagem é bonita mas por favor contenham a emoção – já virou serviço de luxo.
A Pim continua linda e o Batata também. Estão a crescer e isso ocupa-nos muito. Dá trabalho isto de criar os pirralhinhos. Dá muito gozo, é verdade, mas um trabalhão monumental.
De vez em quando lembro-me de vir aqui – e venho. Mas saio logo de seguida, metido no meio da sombra dos últimos comentários.
Ainda tenho posts antigos para pôr aqui mas como não estão acabados, teimam em não vir até estarem completamente arranjadinhos.
Um dia virão.
Agora se calhar só depois da mudança. Sim, vou mudar. Vou perder a vista do castelo e descer 6 andares para uma casa maior, melhor.
Continuo na mesma. Apaixonado.
E vou voltar. Caraças. Vou mesmo.
Obrigado.

5 comentários:

Ana disse...

Então volta!!

Anónimo disse...

¡Qué alegria me he llevado! Gracias. Por favor sigue escribiendo. Un abrazo. Marion

Anónimo disse...

estarei e acredito que estaremos muitos por cá para o ler :-) boa sorte na nova casa, beijinho para os pirralhitos :-)
Amarante

Marisa disse...

Está dificil o regresso...

Continuamos à espera de textos como os que nos fizeram vir cá a 1ª vez depois de os ouvir na comercial!

Caracóis disse...

Mas afinal o que é que se passa contigo???
Vá lá ver...escreve-nos! Volta!
Saudades.
Bjkas