terça-feira, fevereiro 14, 2006

"hoje ainda te vou roubar um beijo"


É um prazer.
Uma vidinha a caminho de tudo que partiu do quase nada numa noite cheia de estrelas.
São só imagens – mas serão sempre as primeiras.
Tu e eu na baixa em frente à loja das noivas. Dá a mão, tira a mão, dá a mão, tira a mão.
Olha uma estrela, um planeta. "hoje ainda te vou roubar um beijo".
"tens mesmo de ir para casa?" "tenho mas não quero".
Já ganhei. Saiu-me a sorte de uma vida com mais vidas por acréscimo.
Saíste-me ao caminho numa noite de junho. E essa noite é uma imagem.
Amo-te.

1 comentário:

Luísa disse...

É oficial: és uma ternura....